Paisagismo ecológico garante cidades sustentáveis e humanizadas

Tellus Arquitetura Sustentável explica sobre a linha de paisagismo que resgata a biodiversidade e propõe a reconexão com Gaia


Visão, audição, olfato, tato e paladar – é por meio destes sentidos humanos que identificamos o mundo ao nosso redor. O paisagismo, de forma geral, tem como objetivo resgatar e instigar nossos sentidos por meio de lembranças da fauna e flora local, criando sistemas que garantam muito mais do que um simples jardim bonito aos olhos.


Ao contrário do paisagismo mais convencional, o paisagismo ecológico inclui nas paisagens elementos que são importantes para os seres humanos e para todos os outros organismos vivos presentes naquele lugar. Essa visão procura promover o reequilíbrio de um ecossistema que muitas vezes se encontra debilitado e degradado, e ainda criar a conexão das pessoas com a natureza, com a Gaia.


O paisagismo ecológico busca na natureza, nas florestas e nos elementos naturais referências para projetar suas soluções para as cidades. Desta forma, ele traz a biodiversidade, as vegetações bem adaptadas ao clima, restabelecendo a flora e a fauna do local, resgatando as formas curvas e orgânicas da natureza para dentro das cidades. Além disso, o paisagismo ecológico procura ser produtivo, com florações em diferentes épocas do ano, levando em conta que o tempo vai transformar essa paisagem constantemente.


Para atingir estes objetivos, são levados em conta o clima da região, a altitude e a biodiversidade, afinal conhecer bem o local é imprescindível para a elaboração de um bom projeto paisagístico.


Projeto paisagismo ecológico Tellus Arquitetura

Paisagismo ecológico em ambientes reduzidos


Esta proposta de paisagismo ecológico pode ser aplicada em qualquer ambiente, independentemente do tamanho do local de intervenção. Nestes casos, uma pequena composteira, por exemplo, pode ser integrada para prover adubo orgânico para as plantas. Fontes de água agregadas no projeto podem trazer uma série de pequenos animais que irão compor o ecossistema e restabelecer o equilíbrio e a biodiversidade.


A escolha das plantas pode resultar em um combinado de cores, florações, perfumes, texturas e alimentos ao longo das épocas do ano. Aplicar tudo isso em espaços pequenos dentro de cidades é uma forma de incentivar a sustentabilidade e a ecologia dentro da sociedade.


Os espaços verdes, sejam amplos ou reduzidos, melhoram a saúde e o bem estar das pessoas que convivem ao seu redor, mas também funcionam como grandes filtros que purificam o ar e as águas, e ainda fornecem temperaturas agradáveis em dias quentes. Essa forma de aplicar o paisagismo ecológico e multifuncional, por meio da uma infraestrutura verde (telhados verdes, paredes verdes, jardins de chuva, arborização urbana e hortas urbanas), pode contribuir para tornar as cidades mais sustentáveis, humanas e resilientes.


Paisagismo ecológico para cidades humanizadas


Uma das preocupações do paisagismo ecológico é que os ambientes também tenham uma função estratégica de garantia de cidades sustentáveis e humanizadas. “Estudos comprovam que a presença de elementos bióticos, que são associados à interação dos organismos vivos dentro de um ecossistema, aumenta os índices de segurança nas cidades, assim como de interação social e de qualidade de vida”, explica o arquiteto e paisagista Ormy Hutner Júnior.


De acordo com a Tellus Arquitetura Sustentável, cidades que desejam ser mais acessíveis e inclusivas à população devem propiciar espaços públicos que estejam disponíveis para todos, de forma acessível e segura. “O convívio em comunidades exige que as cidades criem infraestrutura para acesso a espaços físicos onde essa interação possa ocorrer, e isso pode ser feito por meio do paisagismo e urbanismo”, comenta Junior.


Pequenos jardins também podem ser criados em espaços públicos, afinal muitas cidades possuem vazios urbanos que poderiam ser mais bem aproveitados, se tornando espaços de convivência. Isso acontece dentro das chamadas cidades biofílicas, que possuem paisagens verdes para contemplação que também servem como sistemas ecológicos para resgatar a fauna e a flora naturais da região, promovendo ainda as relações em comunidade.

#Tellus #PaisagismoCuritiba #ArquiteturaSustentável #Paisagismoecológico #Paisagismo #Sustentabilidade #Cidadessustentáveis #Cidadesbiofílicas #Ecologia #Urbanismo

Posts Recentes
Arquivo
Procure por Tags